Sobre Abraço Campeão

Fundada por Alan Duarte, ABRAÇO CAMPEÃO é uma ONG brasileira que combina boxe com educação alternativa para ajudar os jovens a tomarem decisões positivas na vida.

Alan perdeu 10 familiares próximos à violência armada. Ele não quer ver isso acontecer com mais ninguém.

Com apoio mínimo e trabalhando dentro de uma zona de conflito, Alan e sua equipe de voluntários viram o projeto crescer de 10 membros para mais de 60. A equipe atualmente trabalha 6 dias por semana para fornecer:

Eu era muito bagunceiro, mas agora estou um ótimo aluno. Sem Abraço Campeão, seria muito ruim a minha vida. Alan é como um pai para mim.

Erick (Rocky JR)

A minha família de Boxe me deu a força para acreditar em mim mesmo e construir um vida melhor para mim e para minha filha. Eles falaram “voce vai conseguir, estamos todos com você!

Tatiane

Eu fumava drogas no meio da rua com um monte de bandidos, mas com boxe eu consegui resgatar minha vida. Não é qualquer um que poderia conquistar para a comunidade o que Alan está fazendo aqui com Abraço Campeão.

Mango

O bairro de Alan, Complexo do Alemao, começou na década dos 50, quando as pessoas começaram a criar casas informais para se aproximarem a uma fábrica local de couro. O bairro cresceu rapidamente e hoje em dia conta com 15 comunidades diferentes com 70 mil residentes oficiais (embora o número verdadeiro seja provavelmente muito maior).

É agora uma das favelas mais desfavorecidas do Rio de Janeiro. 40% dos moradores vivem com menos de meio salário mínimo (US $ 128) por mês, quase 1 em cada 10 famílias moram em casas com quatro ou mais pessoas por quarto e quase 1 em cada 12 pessoas com mais de 15 anos é analfabeta.

Devido à sua localização central e acesso difícil, o Complexo do Alemão tem sido um ponto chave para a guerra das drogas que afetou o Rio de Janeiro desde a década dos 80 e tem sofrido décadas de violência extrema.

Quando o governo anunciou um plano para pacificar as favelas do Rio em 2008, havia esperança de que a situação melhorasse. Em 2010, as imagens surpreendentes de traficantes se escapando do Complexo do Alemao através das florestas foram transmitidas em todo o país, foi possível acreditar que mudanças reais iam aconetecer.

Infelizmente, Complexo do Alemao foi o começo do fim da política de pacificação. Eles nunca realmente conseguiram tomar o controle da favela vasta, uma das maiores do Rio. Em 2015, houve confrontos em 100 dias consecutivos na favela e no ano passado os residentes relataram 259 tiroteios no bairro, com alguns deles durando várias horas.

A taxa de assassinatos policiais no Complexo do Alemao é maior do que a taxa de homicídio na maioria dos países INTEIROS. Por qualquer medida ou definição, a área é uma zona de guerra.

Sejam envolvidos diretamente no conflito armado ou não, isso é uma situação que afeta todos os moradores, velhos e jovens. Suas vidas são afetadas e restringidas de várias maneiras e correm o risco de ferimentos ou morte todos os dias, mesmo quando se refugiam em suas próprias casas.

Talvez ainda mais importante do que isso, porém, é que os jovens da comunidade faltam oportunidades. É por isso que iniciativas como Abraço Campeão podem fazer uma diferença tão grande.

Abraço Campeão
Av Itaoca 1174, Bonsucesso | Rio de Janeiro, RJ
+21 968929016

[email protected]

With support from: